LOUISE CARDOSO - O QUE É QUE ELE TEM


RELEASE

“Nada é melhor para alguém com deficiência do que o convívio em sociedade. Nada é melhor para a sociedade do que o convívio com as diferenças”

Logo que nasceu, em 1981, João foi diagnosticado com a raríssima síndrome de Apert, causada por uma mutação genética que gera acrocefalia (desenvolvimento do crânio anormal) e sindactilia (pés e mãos fundidos total ou parcialmente). Aos 22 anos e mãe de primeira viagem, Olivia Byington viu seu filho sair diretamente da maternidade para o centro cirúrgico, quando iniciou uma verdadeira odisseia, com dezenas de cirurgias, alguns erros médicos e viagens para tratamento em outros países. Ela precisou interromper a bem-sucedida carreira de cantora que iniciava para se lançar ao enorme desafio que vinha pela frente. Após todo o período inicial, ainda que os problemas de saúde volta e meia voltassem a aparecer, Olivia começou uma outra batalha, ainda mais complexa: a luta pela inclusão de seu filho em um mundo que não está preparado para conviver com a diferença. À primeira vista, ‘O Que é Que Ele Tem’ pode parecer um drama – e existem, de fato, passagens dramáticas – mas não é somente isso. ‘É uma história de muitas vitórias. Olivia não se faz de coitada em momento algum. Ela vai à luta, enfrenta os problemas com absoluta leveza, coragem e muita determinação. Ela e João são exemplos de otimismo e amor à vida. A adaptação para o teatro privilegia muito a essência desse comportamento e dessa visão de mundo tão importante’, celebra Louise Cardoso. Desde que foi procurada por Louise, Olivia embarcou de imediato na ideia de transformar seu livro em uma peça. Um dos principais nomes da nova geração de autores teatrais, Renata Mizrahi, vencedora do Prêmio Shell em 2014 por ‘Galápagos’, foi convocada para a missão de transformar o material em teatro. Sempre fiel ao livro de origem, a peça procura aproximar ainda mais o espectador da história que é contada em cena. Em cena, Louise está cercada de um cenário essencial, assinado por Natália Lana, com poucos objetos e algumas projeções de desenhos feitos por Olivia para o livro. A presença da autora se estende para a trilha sonora, toda feita com registros de canções gravadas por Olivia ao longo de sua trajetória como cantora, também citada em algumas cenas do espetáculo. A iluminação é assinada por Vilmar Olos. A direção de Fernando Philbert procura valorizar ainda mais a intimidade do relato. Ele vem da direção de outro monólogo, o bem-sucedido solo de Marcos Caruso em ‘O Escândalo de Felippe Dussaert’, ainda em cartaz, além de ter codirigido com Lázaro Ramos ‘O Topo da Montanha’, outra montagem que fala sobre tolerância e diversidade. Ao longo da carreira, ele ainda esteve presente em uma série de trabalhos com Aderbal Freire-Filho, como nas montagens emblemáticas de ‘Hamlet’ (2008) e ‘Incêndios’ (2012).

FICHA TÉCNICA: De Renata Mizrahi Inspirado no livro ‘O Que É Que Ele Tem’, de Olivia Byington Direção: Fernando Philbert Cenário – Natália Lana Figurino – Rita Murtinho Iluminação – Vilmar Olos Trilha Sonora – Marcelo Alonso Neves Direção de movimento – Marcia Rubin Projeções Cênicas e Videografismo – Rico Vilarouca e Renato Vilarouca Preparação vocal – Luciana Oliveira Visagismo – Rose Verçosa Projeto Gráfico: Redondo Estratégia + Design Ilustrações: Olivia Byington Assessoria de comunicação: Factoria Comunicação Mídias sociais: Theodora Duvivier Fotos: Lenise Pinheiro Assistente de direção: Luiz Octavio Moraes Produção executiva e administração: Cristina Leite Direção de produção: Alessandra Reis Idealização: Flavio Marinh

WB PRODUÇÕES: Bruna Dornellas e Wesley Telles – Diretores de Produção Há mais de 11 anos em atividade, a WB Produções, idealizada por Wesley Telles e Bruna Dornellas, é uma empresa consolidada no mercado cultural. Em seu portfólio, tem mais de 300 espetáculos apresentados em mais de 500 sessões realizadas, com média de 350 mil espectadores. A produtora já excursionou e fez temporadas com o espetáculo “E o Vento Vai Levando Tudo Embora”, escrita e dirigida por Regiana Antonini; e “Deu a Louca na Branca”, com a atriz Cacau Protásio. Atualmente está com a comédia “O Último Capítulo”, com Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr; e estreando “Através da Iris”, com Nathalia Timberg. Além disso, está em processo de montagem e captação dos espetáculos “O Dia Seguinte”, de Regiana Antonini, inspirado na obra de Luis Fernando Veríssimo; e “Misery – Louca Obsessão”, baseado na obra de Stephen King, dentre outros.

Quinta às 17h30, Sexta e Sábado às 19h30 e Domingo às 1830h - Valores: Inteira R$60 Meia R$30,00

EM BREVE


RELEASE





Horários

Quarta: R$ 60,00 e R$ 30,00 (meia)

Elenco

Atrizes: Vanja Freitas e Claudiana Cotrim


Ficha Técnica

Direção: Amir Hadadd:




O Teatro


O Teatro Maison de France é referência carioca quando se trata de qualidade artística, conforto e sofisticação.

Alugue o Teatro


O Teatro Maison de France é o lugar ideal para a realização de seus eventos - coquetéis, workshops, congressos, conferências e lançamentos de peças, filmes e livros etc..

Prêmio Nacional de Jornalismo





Colação de Grau da FGV





Seminário FIFA-FGV

Números do Teatro Maison de France

Alguns fatos interessantes sobre o Teatro

Atores


2453

Espetáculos Apresentados


146

Eventos Realizados


217


Mantenedor


Transporte Oficial


Vendas Online


Apoio Cultural


Realização


Clientes


Newsletter TMF

Receba todas as novidades do Teatro Maison de France

Contatos


Contatos e Localização

Avenida Presidente Antônio Carlos, 58.

*Próximo a Estação do VLT António Carlos.

(21) 2544-2533

tmf@teatromaisondefrance.com.br

Informações

Ter. - Sex. a partir das 13h30

Sab. - Dom. a partir das 13h30

Seg. 13h30(Informações) e Cinemaison

Fale Conosco